Campus Party Debate O Final Da "blogosfera Moleque"


Anderson Ferro - ūüĒī - O Segredo Dos Bilion√°rios


Ap√≥s tempos em que o segredo pra alcan√ßar mais clientes era bombarde√°-los com an√ļncios, hoje vivemos numa era em que o conte√ļdo √© rei. N√£o existe prova superior disso do que o avan√ßo de √°reas como o Inbound Marketing, ao mesmo tempo em que o n√ļmero de usu√°rios de adblockers aumenta diariamente mundo afora.


Diante dessa realidade, uma incerteza muito comum entre empres√°rios e profissionais de marketing √© como se notabilizar por esse meio - uma vez que apenas ter maior or√ßamento pra divulgar e fazer publicidade n√£o √© mais sin√īnimo de sucesso. Uma das respostas mais comuns √© estar bem ranqueado no Google. Apesar de tudo, √© ali nas p√°ginas de consequ√™ncia que os usu√°rios descobrem servi√ßos e produtos que tanto procuravam diariamente.


  1. Senkah (conversa) 19h46min de quatro de setembro de 2014 (UTC)

  2. Codinome pra estagi√°rio que faz de tudo quando entra pela firma

  3. Seja reconhecido pelo teu tema

  4. As pessoas estariam dispostas a pagar pelo teu assunto



√Č um enorme meio gerador de neg√≥cios. Pra chegar ao topo das buscas, claro, n√£o tem como dar no p√© do clich√™: √© necess√°rio ter um conte√ļdo otimizado e de caracter√≠stica. Visto que, como o respectivo Google prontamente anunciou publicamente, esse √© o ‚Äúsegredo‚ÄĚ para ter um agrad√°vel desempenho org√Ęnico. Se voc√™ assim como se questionou como produzir um tema rico, importante pro usu√°rio e ainda otimizado pra SEO‚Ķ est√° no ambiente correto!


Nesse artigo vamos pontualmente destrinchar esse conte√ļdo e encontrar como aliar todos estes fatores para chegar a um texto excelente - e eficiente, claro! O Google tem como intuito fazer com que o usu√°rio veja aquilo que necessita com o m√≠nimo de servi√ßo poss√≠vel. Ele quer facilitar a exist√™ncia das pessoas entregando o melhor consequ√™ncia para uma pesquisa logo de cara. √Č em vista disso que devia produzir tema regressado pro usu√°rio - e n√£o conte√ļdos praticamente automatizados, com foco nos rob√īs do Google.


Para que isso seja poss√≠vel, √© necess√°rio que voc√™ conhe√ßa e empreenda o seu p√ļblico. Caso contr√°rio, a chance de fazer materiais que n√£o se encaixam nos desejos e necessidades do usu√°rio s√£o GIGANTESCAS. Que tipo de busca meu p√ļblico-alvo faz? Quais s√£o as d√ļvidas dele em rela√ß√£o ao meu artefato?


Quais s√£o os seus desejos? O que ele espera do meu objeto? Quais outros t√≥picos relacionados ao meu artefato conseguem ser essenciais? Tente, a partir disso, produzir conte√ļdos que se encaixem nessas quest√Ķes. Diga as d√ļvidas do seu p√ļblico, seja vantajoso pra ele - e ele vai trazer regresso comercial √† tua organiza√ß√£o, convertendo-se teu comprador ou indicando seu neg√≥cio a outras pessoas.


Conhecendo tua persona, aquele usu√°rios que voc√™ deseja atingir e tomar para a tua organiza√ß√£o, fica muito menos dif√≠cil todo o modo de forma√ß√£o de conte√ļdo - e torna-se bem mais assertivo assim como. Ressaltando: se voc√™ fornecer alguma coisa de caracter√≠stica para o teu usu√°rio, consequentemente e naturalmente o Google ir√° reconhec√™-lo portanto destacando seu website nas buscas org√Ęnicas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *